Campanha de marketing digital: reavalie a anterior para acertar nas próximas


Foto: rawpixel.com | freepik

O período mais aquecido para as vendas é agora. Começou há poucos dias com a Black Friday e se estende até o Natal, data que costuma gerar bastante expectativa em todos os segmentos, principalmente no varejo. Isso quer dizer que agora é a hora de estar atento às oportunidades e iniciar uma nova campanha de marketing digital.


Nova, sim, porque estamos partindo do pressuposto que você tenha acabado de encerrar sua campanha da Black Friday. E a ideia é justamente avaliar o que foi feito na sua estratégia anterior para, a partir dela, pensar naquilo que pode ser melhorado, mantido ou descartado — não somente para o Natal, mas para qualquer outra campanha.


Como analisar a campanha anterior


A primeira pergunta é: sua campanha da Black Friday bateu a meta? Se a resposta for sim, legal! Mas, pense, foi por pouco? Se não foi, realmente está de parabéns!


Nesse caso, você pode identificar o que funcionou e reaplicar para o Natal ou tentar fazer uma outra campanha de upsell ou crossell a partir das vendas originadas na Black Friday.


Agora, se você acha que bateu as metas por pouco, pense que ao menos atingiu o resultado e que agora pode planejar com calma a campanha de Natal perfeita.


E quando a campanha anterior não bateu a meta?


Antes de mais nada, é preciso que você saiba onde errou na execução da campanha. Se não souber de antemão, converse com todos os envolvidos no projeto, levante ideias e hipóteses para descobrir a causa do fracasso.


  • Foi um fracasso técnico?

Corrija o problema o quanto antes, mas não sem antes explicar para a sua audiência o que aconteceu e criar uma prorrogação da Black Friday que pode ir até as primeiras semanas de dezembro.

  • Foi um fracasso de produto?

Repense o que está ofertando. Será que ele se encaixa na necessidade atual da sua persona?

  • Foi um fracasso estratégico?

Replaneje suas ofertas pensando em uma campanha de Natal mais agressiva. E comece o quanto antes.


Agora, se você acha que não errou em nada, sentimos dizer, mas você está errado. Pode ser que não tenha sido um fracasso técnico, de produto ou estratégico, mas houve falha na hora de definir a meta. A dica é a mesma: aposte em uma campanha de Natal mais agressiva.


Vamos ajudar com um passo a passo de planejamento de campanha para começar o quanto antes.


1º) Defina seu público-alvo e persona


Público-alvo é uma definição mais genérica para seu potencial cliente, como “mulher, entre 35 e 50 anos”. É importante ter isso definido porque a tecnologia hoje permite falar especificamente para essas pessoas.


O Facebook, por exemplo, inclusive ajuda a identificar quais são os clientes mais propensos a realizar ações com sua marca.


Mas, melhor que falar com grandes grupos é individualizar ações e falar com uma só pessoa: a sua persona. Por exemplo: “Claudia, 42 anos, é arquiteta e mora no interior do Estado de São Paulo após viver anos na capital. Gosta de ler, de correr e de se vestir casualmente no dia a dia.”


As pessoas têm predisposição maior a adquirir produtos e/ou serviços quando vêem que aquilo foi feito pensando nelas.


2º) Tenha um objetivo


Faça uma leitura do mercado e analise seus concorrentes para saber o que tem dado certo (ou não). Após essa análise, defina qual é seu real objetivo e o que você espera de suas ações de marketing digital. Você quer potencializar suas vendas, aumentar sua audiência, melhorar a forma como o mercado vê sua marca?


A dica é: defina um objetivo geral e outro mais específico para sua campanha.


3º) Escolha suas redes sociais


O sucesso de uma campanha de marketing digital muitas vezes está justamente no uso das redes sociais mais adequadas. E isso vai depender das características da marca, de onde está sua persona e quais são os objetivos do seu cliente. Vale lembrar que cada canal tem seu tipo específico de linguagem.


4º) Monte um cronograma


Montar um cronograma de execução é fundamental para fazer um controle adequado de frequência das atualizações e da distribuição de conteúdo na internet. Para isso, você pode usar planilhas ou ferramentas mais modernas.


5º) Defina os KPIs


Os Key Performance Indicators (KPIs) são indicadores-chave para medir a performance da campanha. Eles estão ligados às metas e aos objetivos e variam de campanha para campanha — por isso têm que estar bem definidos.


Você pode ter métricas de resultados ou métricas de processos, que fornecem feedback sobre o desempenho dos elementos do processo. É “qual o objetivo da minha campanha” versus “de que forma eu quero atingir esse objetivo?”.


KPIs bem sucedidos são desenvolvidos com os 3Ms em mente: measurable, manageable e meaningful (mensurável, gerenciável e significativa). Isso significa que precisam ser fáceis de medir e possam ser acompanhados por números e gráficos.


6º) Monitore — sempre!


Por último, não se esqueça de monitorar os resultados. Verifique o número de visitas no site, as páginas com o maior número de acessos, a taxa de cadastros, a compra dos produtos oferecidos, etc.


O Google Analytics é uma ferramenta que contribui para o monitoramento e cada rede social tem suas próprias métricas de acompanhamento.


Você tem menos de um mês para a chegada do Natal e menos tempo ainda para que sua campanha traga resultados. Comece agora mesmo com esse nosso passo a passo em mente.

Tempo é precioso. Então, se precisar de ajuda, conte conosco!


Mídia.Crawl Comunicação Integrada

Rua XV de Novembro, 1112 - Sala 2  | INDAIATUBA - SP 

(19) 4042.0897 (whatsapp) | contato@midiacrawl.com

  • Facebook
  • Instagram