Como fazer o planejamento de 1 ano de gestão de redes sociais


Foto: rawpixel.com | freepik

As mídias sociais são uma das principais ferramentas para interagir com o público e para que as pessoas conheçam melhor seus produtos e serviços. Elas ainda facilitam a comunicação e abrem espaço para ganhar autoridade.


É por meio das redes sociais que você também consegue humanizar sua marca e criar mais empatia. Isso tudo mostra o quanto elas são extremamente relevantes para qualquer negócio digital e devem, portanto, ser foco de atenção.


Não adianta usar as redes sociais para postagens periódicas, sem uma gestão criteriosa, sem planejamento e monitoramento. Para que os objetivos sejam atingidos, é preciso organização e estratégia.


Vamos aproveitar que 2021 está chegando e explicar boa parte do que envolve a gestão de redes sociais para que você possa ter em mãos o planejamento de um ano inteirinho.


Definição de objetivo


Estar em uma rede social apenas para ter presença não faz sentido. Então escolha em qual você quer atuar (Facebook, Instagram, Pinterest, Youtube, LinkedIn, Twitter, etc.) e defina quais são os objetivos da sua marca. Vale lembrar que os objetivos podem mudar de acordo com a rede social.


Os objetivos mais recorrentes são aumentar o número de cliques, gerar autoridade, potencializar o alcance da marca e gerar leads.


Definição de tipo de conteúdo


Com quem sua marca está falando? Após definir quem é seu público e sua persona, é essencial acertar no tom de voz para as pessoas criarem uma real identificação com a empresa.


Se o público for jovem, você pode usar uma linguagem mais descontraída e fazer memes; se for uma audiência mais velha, deixe o tom de voz coerente com o que a pessoa pensa.


Nesta etapa também é importante definir o formato (tamanho das imagens, vídeos, carrossel, etc.) de acordo com cada rede social e o tipo de conteúdo.


Você pode relatar o cotidiano da empresa, celebrar datas comemorativas, fazer enquetes e perguntas, elaborar conteúdo informativo e/ou curiosidades, mostrar notícias atualizadas do seu ramo. Fica a dica: faça uma mescla de tudo isso.


Definição de periodicidade


Estabeleça uma frequência de postagens de olho no perfil da sua persona e mantenha essa periodicidade. A constância de publicações é fundamental para que os usuários se engajem. Vale lembrar que os testes são imprescindíveis: não está dando certo, muda.


Criação de calendário editorial


Assim que definir o tipo de conteúdo e a periodicidade, você pode começar a compor seu calendário editorial. Ou seja, fazer a programação para cada rede social com os dias da semana e o horário em que o post será publicado.


Um bom planejamento é imprescindível para que haja tempo hábil para preparar os posts, corrigir eventuais erros e ainda fazer o monitoramento. Mas isso não significa que ele não possa mudar. É preciso sempre estar atento a assuntos que são tendência e fazer as alterações necessárias.


Análise dos melhores horários


Não há o “melhor horário” para publicar nas redes sociais porque cada público se comporta de uma maneira. Só há um jeito de você achar o melhor horário para o seu negócio: descobrir em qual momento sua persona costuma estar online para visualizar sua publicação.


Algumas redes sociais trazem esse tipo de análise.


Avaliar quais ferramentas serão necessárias


Por mais que ferramentas de agendamento de publicações não sejam obrigatórias, elas facilitam muito o trabalho de quem gerencia as redes sociais — principalmente para quem quer aumentar a frequência das publicações.


Há ferramentas para agendamento de posts (como a Mlabs), para relatórios (como a Reportei), para monitoramento, para posts patrocinados, etc.


Interação com o público


A gestão das redes sociais não acaba quando o post vai ao ar. É preciso interagir com seu público para aumentar o engajamento no seu perfil e o alcance das suas publicações. Isso sem contar que, com isso, você conquista ainda mais seus seguidores. Então curta e responda aos comentários, aos directs e a outros tipos de interação.


Monitoramento


O monitoramento está atrelado aos resultados, mas também tem relação com o planejamento. É preciso acompanhar de perto os números para ver se é preciso mexer na estratégia.


As próprias plataformas oferecem métricas e relatórios para que você possa entender a performance do perfil: curtidas, comentários, compartilhamentos e visualizações.


Análise


Por fim, a gestão de redes sociais também abarca a análise de conteúdos fora dos seus canais sociais. Por meio de testes e do monitoramento baseado em métricas, avalie quais plataformas estão trazendo retorno e quais podem ser desativadas.


Também analise quais tipos de conteúdo têm atraído mais o público para ter insights de forma a estabelecer um relacionamento cada vez mais próximo.


Pronto, agora você já sabe o que precisa fazer não só para deixar o seu calendário editorial de 2021 pronto, mas para sempre aprimorar o relacionamento com sua persona. Sabemos que a tarefa não é fácil, mas estamos aqui para ajudar.