Como usar o Design Thinking no marketing digital


Foto: freepik

Você certamente já ouviu falar no Design Thinking, conceito que veio para revolucionar a maneira de encontrar soluções para os desafios. Mas talvez não saiba como ele funciona, nem como possa ser implementado nos seus negócios.


A ideia deste artigo é justamente apresentar quais são os principais pilares do Design Thinking e como essa abordagem pode ser usada nas estratégias de marketing digital da sua marca.


O que é o Design Thinking


De forma resumida, é uma abordagem de pensamento crítico e criativo. Com a ferramenta, é possível gerar e organizar ideias, tomar decisões mais assertivas e buscar soluções para os problemas enfrentados pela empresa.


O Design Thinking costuma ser colocado em prática em duas linhas de ação:

1) quando há uma problemática que precisa ser resolvida, independentemente de sua natureza ou magnitude;


2) quando é preciso elaborar novos produtos ou serviços.


Em ambos os cenários, ele requer o máximo de perspectivas diferentes. Ou seja, quanto maior e mais multidisciplinar for a equipe, maiores são as chances de sucesso.


Como é um método bem estruturado, quando feito de maneira correta ele pode:

  • Reduzir os riscos associados ao lançamento de novas ideias;

  • Elencar um quadro de oportunidades baseadas em necessidades;

  • Trazer soluções inovadoras com experimentos rápidos;

  • Capturar o mindset, as dores e necessidades da sua persona.

Agora que você já entendeu a teoria desse método de abordagem, está na hora de enxergar como funciona na prática. É aí que entram as etapas do Design Thinking.


As 4 etapas do Design Thinking


Esse tipo inovador, crítico e criativo de abordagem é realizado em quatro fases, da identificação do desafio até a solução do problema. Não é um processo totalmente linear, uma vez que as etapas podem se repetir para melhor refinamento.


1ª etapa: imersão (ou insights)

Consiste em avaliar o desempenho da sua empresa, a qualidade do produto que oferece ou do serviço que entrega, considerando todos os pontos de vista possíveis: gestores, equipe interna, fornecedores, clientes intermediário e final.


Isso porque nem sempre o problema é visível. Às vezes ele existe e basta uma mudança de processo para entender que os resultados poderiam ser melhores.


Nesta etapa são feitas pesquisas, entrevistas com consumidores e busca de tendências. Conhecer sua persona (ou seu cliente) e entender suas dores, necessidades e desejos é de extrema importância.


2ª etapa: ideação

Assim que identificou o problema e analisou o que as pessoas gostam, que alinhou a persona ao produto, é hora de fazer um brainstorming – a chamada “chuva de ideias”.


Comece a propor ideias sem julgamento, pensando em soluções para a jornada de compra do cliente ou para questões internas. Por mais estranha que pareça uma hipótese, ela pode ser o start para que outras ideias inovadoras surjam. Não se esqueça de registrar tudo.


3ª etapa: prototipação

Somente nesta fase que são feitas as validações das ideias, com base naquilo que se encaixa no projeto e de fato possa ser colocado em prática. É aqui que as ideias são transformadas em produtos ou serviços tangíveis.


Este passo é essencial para testar as soluções, aprimorar falhas eventuais e/ou restrições. Tudo aqui pode ser melhorado ou redefinido.


4ª etapa: realização

A última fase, é claro, está ligada ao teste real, à realização daquilo que se mostrou mais coerente e alinhado à sua persona — seja para solucionar um problema ou lançar um novo produto.


Mas é válido frisar que os resultados sempre podem levar para a fase anterior caso surjam novas ideias.


Como usar no Marketing Digital


O Design Thinking é uma ótima ferramenta para diferenciar sua marca da concorrência, destacar-se em um mercado altamente competitivo e satisfazer seus clientes. E tudo isso é feito no marketing digital, em processos como:


  • Produção de conteúdo: para entender melhor sua persona, como ela costuma se comportar e quais mídias seu público consome;

  • Desenvolvimento de novos projetos: para apresentar soluções criativas e que estejam alinhadas aos objetivos da marca, de forma a agregar valor aos clientes;

  • Branding: para que a imagem da sua marca realmente corresponda ao que a empresa é.

O Design Thinking no marketing digital é uma forma de trilhar novos — e bons — caminhos no rumo dos negócios. Na Mídia.Crawl sempre buscamos colocá-lo em prática. E na sua empresa?

Mídia.Crawl Comunicação Integrada

Rua XV de Novembro, 1112 - Sala 2  | INDAIATUBA - SP 

(19) 4042.0897 (whatsapp) | contato@midiacrawl.com

  • Facebook
  • Instagram