Escolas, redes sociais e pandemia: estratégias para captar e reter alunos


Foto: freepik

A pandemia do novo coronavírus tirou diversos alunos da sala de aula. E, nesse novo contexto, a internet mais uma vez ganhou destaque: seja para dar continuidade à grade curricular, seja para manter o papel social da escola, ou até mesmo para engajar a comunidade.


O problema é que em boa parte das instituições de ensino os recursos tecnológicos ainda eram vistos como secundários. Isso significa que, praticamente da noite para o dia, foi preciso deixar de lado certos preceitos – e preconceitos – e buscar entender o potencial dessas ferramentas.


E é chegada a hora de analisar quais as melhores práticas para que esse amplo universo digital traga bom conteúdo para os alunos. A boa notícia é que todos os esforços e investimentos de agora não serão em vão.


Muito pelo contrário. A inserção da tecnologia no ensino é um caminho sem volta e a chave para o sucesso no futuro. Então, mãos à obra. Acompanhe algumas estratégias que podem ser colocadas em prática agora mesmo para que as redes sociais engajem, captem e retenham alunos.


Escolha as redes sociais certas

Atualmente há muitas redes sociais e é bem possível que você não conheça boa parte delas. Não se preocupe, pouquíssimas pessoas – e empresas – conseguem transitar por todas elas.

O importante é saber em quais é necessário que sua instituição de ensino esteja presente. E para isso é preciso saber em quais dela seu público também está. Afinal, você vai querer que sua empresa seja vista por quem realmente importa, não é mesmo?


Primeiro passo, portanto, é determinar qual seu público, que suponhamos serem pais e alunos. (Aqui vale ressaltar que público e persona são coisas diferentes e, para uma ÓTIMA estratégia de marketing, é importante definir a persona. Mas essa conversa fica para depois).


Segundo passo é responder a algumas perguntas: como os pais e alunos estão usando a internet? Quais redes sociais eles mais usam? De quais grupos eles participam? Qual tipo de conteúdo consomem? Em quais dias e horários estão online?


Definidas essas questões, a escolha da rede social ainda vai depender do seu objetivo. Para prospectar novos alunos e criar campanhas de matrícula ou promoções, o Facebook e o Instagram são ótimas ferramentas. Elas também ajudam na disseminação de conteúdo, mas o Youtube e os blogs vêm para somar.


Se o foco for o relacionamento direto com os pais e/ou alunos, o WhatsApp é um facilitador. Já para engajar a comunidade, principalmente os mais jovens, o TikTok tem sido muito interessante, mas os stories do Instagram podem bastar. E para fortalecer a marca, o Twitter é ótima opção.


A dica é: em quantos mais objetivos puder apostar, melhor. Mas se for para não fazer bem feito, melhor ir começando aos poucos. Facebook, Instagram, Whatsapp e blog corporativo são obrigatórios; TikTok e Twitter são diferenciais. O YouTube ainda transita entre o obrigatório e o diferencial nessa relação pandemia x escolas.


Disponibilize BONS conteúdos

Use suas plataformas para criar conteúdo relevante e de boa qualidade. Com o Youtube, por exemplo, é possível captar a atenção dos alunos e ainda monetizar. Materiais didáticos e informativos são sempre bem-vindos e têm grande engajamento.


Para quem ainda não está preparado para esse investimento, é possível criar conteúdo em blog, Facebook e/ou Instagram. E mesmo quem já esteja apostando no Youtube, não deve negligenciar as demais redes.


Em blogs, aposte em conteúdos com técnicas em SEO, que farão com que sua instituição ranqueie melhor no Google. No Facebook e Instagram, deixe de lado os famosos “textões” e invista em conteúdos por meio de vídeos ou artes sequenciais. Os stories são ótimos para enquetes e brincadeiras e ainda contribuem para que se obtenha mais informações sobre seu público.


Atente-se ao ambiente

Para quem quer gravar vídeos e não sabe muito bem por onde começar, a dica é: preste atenção no ambiente. Isso não quer dizer que você precisa estar em um cenário de tirar o fôlego, mas que haja boa claridade e o som esteja adequado.


Prefira realizar captações ou transmissões até as 15h e evite luz direto contra seu rosto. O ideal é investir na acústica do ambiente para evitar ecos e ruídos externos. Cortinas, tapetes e sofás ajudam.


Tenha um canal de dúvidas

As redes sociais, além de ajudar na disseminação de conteúdo e posicionamento da escola no mercado, são um canal para sanar dúvidas: de pais, alunos, futuros alunos e comunidade em geral. Mantenha esse canal bem definido em suas ferramentas.


E quando as redes sociais tiverem engajamento, fique atento às interações e sempre responda. É importante lembrar que esse período de pandemia não está sendo fácil para ninguém. A palavra de ordem, portanto, é empatia. Demonstre que você se importa com a opinião e o interesse do seu público.


Humanize sua marca

Vamos supor que você precise de um eletricista para fazer um serviço na sua casa. Você vai simplesmente procurar no jornal ou internet e contratar o primeiro que vier ou vai pedir recomendação a alguém do seu círculo? Apostamos que seja a segunda opção, porque tudo que vem com “selo de indicação” acaba se sobressaindo. E não pense que com instituições de ensino a política seja muito diferente.


Antes de decidir onde seus filhos vão estudar, os pais vão buscar por muitas (e põe muitas nisso!) informações. E se eles se depararem com depoimentos de outros pais e alunos, sua instituição certamente ganhará muitos pontos. Isso vale também para reter seus próprios alunos, porque os pais formam círculos de convívio.


A dica, portanto, é humanizar a instituição de ensino. Divulgue depoimentos de pais e alunos sobre a escola, o ensino, o ambiente e os profissionais pelas redes sociais.


Se o mercado da educação já era bastante competitivo antes, em meio à pandemia a tendência é piorar. E conseguir usar as ferramentas certas de marketing digital para as redes sociais faz toda a diferença.


Lembre-se: é preciso ser bom naquilo que oferece, mas é preciso que as pessoas saibam disso. Se precisar de ajuda, podemos customizar um plano ideal para sua escola!

Mídia.Crawl Comunicação Integrada

Rua XV de Novembro, 1112 - Sala 2  | INDAIATUBA - SP 

(19) 4042.0897 (whatsapp) | contato@midiacrawl.com

  • Facebook
  • Instagram