Eventos presenciais, virtuais ou híbridos: conheça as características e insira na sua estratégia



Além de influenciarem positivamente na credibilidade da empresa diante dos clientes e no engajamento dos colaboradores, eventos corporativos são muito importantes na construção da identidade de uma organização.


Em um passado não muito distante, poderíamos dizer que a sua força estava no fato de ser uma ferramenta bastante humanizada para aprofundar relacionamentos, aumentando a proximidade entre a empresa e os clientes ou prospectos.


No entanto, com o início da Pandemia em 2019, muita coisa mudou no mundo corporativo. No que diz respeito aos eventos, os profissionais de marketing continuaram a considerar a estratégia efetiva, porém foi preciso se adaptar Assim ganharam espaço os eventos corporativos virtuais.


A pesquisa Cenário de Eventos Virtuais, realizada e divulgada pelo Linkedin no início do ano, revelou que antes da pandemia 4% dos profissionais brasileiros de eventos realizavam eventos no formato virtual; depois dela, o índice saltou para 31%.


Apesar da retomada dos eventos corporativos presenciais estarem liberados em São Paulo desde o início de agosto e na semana passada a realização de shows em pé, baladas, bares e eventos esportivos tenha sido liberada com 100% de público, a pesquisa mostrou que 93% dos organizadores de evento brasileiros acreditam que os eventos virtuais permanecerão mesmo que os encontros presenciais voltem a ser seguros.


Com a pandemia sob controle, a previsão é que 31,5% dos eventos sejam presenciais; 42% virtuais; e 26,5% sejam híbridos.


Se você ainda não decidiu qual será a sua estratégia, hoje trazemos algumas dicas para que os eventos continuem sendo parte da sua estratégia de marketing.


Quais as vantagens dos eventos corporativos virtuais?


De acordo com a pesquisa do Linkedin, para 58% dos profissionais brasileiros, o principal atrativo dos eventos virtuais é o fato de eles serem “à prova da pandemia”, o que possibilita um planejamento e uma execução mais precisos e estáveis, sem tantos imprevistos, adaptações ou mudanças de última hora.


Outras vantagens também destacadas foram o baixo custo (citado por 55% dos respondentes) e a possibilidade de chegar a um público mais amplo (citada por 52%).


Os dados trazem outros insights do porquê o formato de evento virtual fez tanto sucesso no meio corporativo:


> Para 90% dos profissionais brasileiros entrevistados, os eventos virtuais proporcionaram a eles ou às organizações em que trabalham novas oportunidades;


> Para 87% deles, a modalidade virtual permitiu mensurar mais métricas e colher mais

insights a respeito do que fazer e do que evitar em eventos futuros;


> Para 84% dos respondentes, os eventos virtuais os fizeram reavaliar o conceito de

sucesso no mercado de eventos, considerando novas métricas e novos modelos de interação;


> 79% deles concordam que o ROI dos eventos virtuais é maior do que os dos eventos presenciais, na média.


Eventos híbridos


Apesar das vantagens dos eventos virtuais, ao que parece a grande tendência serão os eventos híbridos. Isso porque 83% dos entrevistados concordam que as companhias onde trabalham estão interessadas em organizar deste tipo.


Mas, o que seriam os eventos híbridos?


Como a própria nomeação sugere, eventos híbridos representam o meio do caminho entre o virtual e o presencial. Ou seja, eventos que aliam recursos digitais ao formato presencial.


Por exemplo: transmissão via streaming para quem não pode comparecer fisicamente; ou mesmo uso de aplicativos para a interação entre o público e os convidados em um encontro presencial.


A grande vantagem no formato é que ele reúne o lado positivo de ambos os formatos. Do evento físico, a possibilidade de interação entre os convidados e experiências que só podem ser vivenciadas ao vivo; e do evento online, a possibilidade de atingir um público mais amplo e global.


Como o marketing digital se insere no marketing de eventos?


Tão importante quanto realizar um evento é fazê-lo chegar ao público certo. Por isso, investir em publicidade é uma maneira de chamar a atenção de participantes mais qualificados, com potencial para evoluir mais rapidamente no funil de vendas, além de expandir o alcance do conteúdo produzido, permitindo que ele impacte mais pessoas.


O marketing digital se torna um grande aliado das estratégias convencionais, especialmente eventos virtuais com possibilidade de abrangência global.


Mais uma vez a pesquisa do Linkedin endossa essa realidade mostrando que para os organizadores de evento brasileiros, 22% do orçamento destinado a eventos nos próximos 12 meses será canalizado para anúncios digitais.


Além das empresas já terem começado o ano com um orçamento definido para os eventos online, após vivenciar a experiência dos eventos virtuais, muitos empresários concluíram que o formato atinge suas necessidades mesmo no pós-pandemia. Assim, 43% dos organizadores de evento brasileiros colocaram a promoção e a publicidade dos eventos virtuais como prioridade orçamentária em 2021.


Ultrapassando a boa divulgação, é importante ter em mente que no marketing de eventos quanto mais atrativos a empresa oferecer para o público, mais vantagens ela colherá - e maiores serão as chances de transformar um lead em cliente.


Nesse sentido, se no evento presencial você precisa garantir um bom serviço das empresas contratadas para proporcionar uma boa experiência, no formato virtual, mais que mostrar a credibilidade da organização, é preciso criar uma experiência envolvente para os participantes oferecendo um conteúdo rico e boa estrutura tecnológica.


Confira 4 dicas para atingir esse objetivo:

- A produção de conteúdo e a publicidade são uma forma de diferenciar os eventos e atrair o público;


- O conhecimento de produção de TV pode ajudar a criar uma experiência engajadora que faça o participante não abandonar a sessão;


- A análise de dados identifica as formas mais eficazes de trazer pessoas para o evento e de engajá-las;


- Um plano de gestão de catástrofes em mãos pode reverter eventuais imprevistos que comprometam a experiência, como a queda de internet de um palestrante.


Agora que você já conhece os pró e contras de cada formato, elabore a sua estratégia de eventos e conte com a Mídia Crawl para promover no ambiente online!